A Família Rêgo no RN


A tradição oral conta que para o Rio Grande do Norte, zona oeste, vierem de Pernambuco no século XVII ou começo do século XVIII três irmãos: SIMÃO, ANTÔNIO E LUIZ DO RÊGO LEITE. O primeiro se estabeleceu na região que hoje pertence ao município de LUIZ GOMES, o segundoem APODI ou PORTALEGREe o terceiroem MALHADA DE AREIAmunicípio de PAU DOS FERROS.

Estabelecido no município de Pau dos Ferros Luiz do Rêgo Leite casou-se com Ana Ferreira do Rêgo, dos seus filhos sabe-se o nome de quatro:

*      Maria do Rêgo Leite casada com José Pereira apelidado “Cazuzinha da Gangorra”. por residir na Gangorra.

*      Luiz do Rêgo Leite (o segundo do nome) casou-se com Benta do Rêgo Leite, em primeira núpcias, com a Raimunda Martins de Lacerda, em segunda núpcias fixou residência em Malhada de Areia.

*      Manoel do Rêgo Leite casou-se com Ana Tereza de SousaRêgo filha de Francisco Antônio de Sousa e Tereza de Sousa, residiam na Fazenda Taboleiro dos bois.

*      Florêncio do Rêgo Leite, não sabemos com quem se casou, tinha uma fazenda em Curralinho, município de Portalegre.

Desses descendem a família Rêgo que hoje se espalha por todo o Rio Grande do Norte e outros Estados do Brasil.

Segundo pesquisa feita por João Almino de Souza e publicada na Revista comemorativa ao centenário de Pau dos Ferros, os Rêgos “Chegaram ao Brasil na pessoa de Luiz do Rêgo Barreto ou Barros, em 1580, casado que foi com Inês de Gois, filha de Arnaud de Holanda e sua mulher D. Brites Gois e Vasconcelos, ele natural de Utrach (Holanda) e ela natural de Lisbôa”. De acordo com o mesmo pesquisador foi LUIZ DO RÊGO BARRETO a origem dos muitos Rêgos e Barretos existentes em todo Norte.